Archive for the Lipstixx 'n' Bulletz Category

Entrevista com: Lipstixx ‘n’ Bulletz

Posted in Lipstixx 'n' Bulletz on January 14, 2010 by attheodoro

O site Rock on the Hair conduziu uma entrevista com a banda Lipstixx ‘n’ Bulletz, que lançou recentemente seu primeiro álbum “Bang Your Head”. Confira aqui a entrevista traduzida:
Rock On The Hair: Como vocês se sentem agora, depois de terem lançado seu primeiro álbum? Satisfeitos com o resultado de “Bang Your Head”? Qual está sendo a reação até agora, dos fãs e da imprensa?

Lipstixx ‘n’ Bulletz: Nós estamos muito contentes e animados, aconteceu tudo como queríamos. Achamos que todas as músicas são boas e a capa de Steve McGlee está muito legal. Só ouvimos coisas boas até agora, todo mundo parece adorar o CD. E por que não adorariam? É ótimo!

RotH: O que se pode esperar de um show do Lipstixx ‘N’ Bulletz?

LnB: Quatro caras dando tudo de si e mais um pouco…  A gente ama tocar e acho que as pessoas percebem isso. A gente não fica parado olhando pros nossos pés, a gente bota pra quebrar.

RotH: Vamos falar do novo lançamento, que contém 10 músicas fantásticas. Por que só dez músicas foram incluídas? A gente quer mais!

LnB: Achamos que 10 músicas é o bastante se todas são boas e achamos que tínhamos o que precisávamos. Eu odeio quando bandas colocam músicas ruins só para encher um álbum. Não há motivo.

RotH: As suas influências são óbvias. A cena do glam rock dos anos 80 está de volta. Vocês planejaram isso ou acharam que isso iria acontecer quando lançassem seu primeiro álbum?

LnB: Não, não houve nenhum plano por trás. A gente ama esse tipo de música, sempre amamos e sempre amaremos. Não nos importamos se ela voltou a ser cool ou não.

RotH: Qual é sua música favorita do álbum e por que? Qual é a sua preferia para tocar ao vivo?

LnB: Nesse momento é “Bang your head”, mas muda toda hora. “Rock me” é a minha preferida para tocar ao vivo porque é bem animada, não tem como ficar parado tocando essa música.

RotH: Quanto tempo levou para vocês comporem e gravarem “Bang your head”. Quem produziu?

LnB: Demorou uns 10 meses, acho. Tivemos alguns problemas técnicos, então demorou mais do que deveria. O Andy produziu e acho que ele fez um ótimo trabalho.

RotH: Por que vocês escolheram assinar com a Sleaszy Riders Records? Vocês tiveram alguma outra oferta de gravadora?

LnB: A Sleaszy Rider Records foi a primeira a nos oferecer um acordo. Pensamos que era um bom acordo e assinamos. Depois houve algumas gravadoras, mas a gente não se arrependeu da escolha.

RotH: Vocês assinaram para dois álbuns. Já estão trabalhando em músicas novas para o próximo? Tem algum prazo para o lançamento do segundo álbum?

LnB: Sim, temos algumas músicas novas à caminho que são muito boas, acho que vão ficar fodas. Eu não sei se há um prazo, mas espero que não porque a gente precisa de um tempo pra promover o álbum antes.

RotH: Desde quando conhecem Mickey Sweet e como ele acabou entrando na banda? Ele ensaiou com vocês antes de entrar?

LnB: O Andy tocava com ele numa banda cover, então só ensaiamos uma vez e depois ele entrou na banda e estava em turnê com a gente. Ele é um ótimo baterista e um cara muito legal.

RotH: Por que o baterista Lefty Guns saiu da banda? O que aconteceu? Ele saiu ou vocês o demitiram?

LnB: Ele foi demitido. Não estava dando certo. Eu não quero falar merda de ninguém e tudo é passado agora. Foi bom para todo mundo, então…

RotH: Vocês planejaram uma grande turnê e festivais em 2010 na Europa e na America do Norte, como Rock Hard, Bang Your Head e Rocklahoma?

LnB: Não há anda planejado até agora, mas é claro que nós queremos tocar onde pudermos. Tocar nos festivais que você mencionou seria ótimo, um sonho se tornando realidade.

RotH: O que você tem ouvido esses dias que acha que os fãs deveriam dar uma olhada?

LnB: Eu sempre ouço Kiss, mas acho que não preciso mencioná-los. Mas é o que ando ouvindo, além do U.F.O. antigo com Michael Schenker nas guitarras. Acho que todo mundo deveria ouvir o álbum ao vivo deles, “Strangers in the night”. É realmente um ótimo álbum, eu adoro. Sobre bandas menos conhecidas, eu gosto do álbum “Broke in Hollywood” do Dog Days. Ótima banda, ótimo álbum.

RotH: Quão importante é a imagem (cabelo, roupas, etc.) para você. É natural para você criar/recriar a atitude das bandas de glam e sleaze dos anos 80?

LnB: Sim, é muito natural para a gente se vestir assim e achamos que é importante dar um pouco mais além da música, você tem que dar ao público um show. Nós todos amamos bandas que fazem isso, bandas como Kiss, Mötley Crüe, W.A.S.P. e tal.

RotH: Como anda o glam/sleaze rock da Suécia? Há tantas bandas boas lá.

LnB: É muito bom, tem tantas bandas boas que é difícil prestar atenção em todo mundo.

RotH: Qual é sua banda sueca favorita no momento e por que?

LnB: Além de nós, você quer dizer? Haha. Eu não sei, costumava ser o Hardcore Superstar, mas não tenho mais tanta certeza. Eu gosto de Babylon Bombs e tenho certeza de que o Crashdiet vai botar pra quebrar em breve.

RotH: Para concluir a entrevista, o que podemos esperar de vocês no futuro próximo. Pode deixar uma mensagem para os fãs, o que quiser (website, tour, merchandizing,e tc). Obrigado e keep rockin!!

LnB: Esperamos tocar para o máximo de pessoas possível e ver todo mundo na estrada. Obrigado pelo apoio e comprem o nosso álbum “Bang Your Head”. Visitem-nos no MySpace.

Advertisements